Quais são os benefícios da Prática avançada da Enfermagem para a sociedade?

Sueli Aparecida Frari Galera; Ricardo Alexandre Arcêncio; Regina Aparecida Garcia Lima, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/Centro Colaborador da OMS/OPAS para o Desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem, Ribeirão Preto, SP, Brasil. Emails: sugalera@eerp.usp.br; ricardo@eerp.usp.br; limare@eerp.usp.br

São reunidas neste post evidências de efetividade do cuidado de enfermagem e áreas afins, considerando os artigos publicados no v. 27 da Revista Latino-americana de Enfermagem. O primeiro artigo testou três métodos de aquecimento para prevenir a hipotermia durante a cirurgia; o segundo avaliou o efeito da musicoterapia sobre o estresse de dependentes químicos; e o último é uma intervenção educativa para o cuidado de idosos. Cada vez mais, é importante trazer um maior nível de evidência da prática de enfermagem, com vistas a um cuidado holístico, integral humanístico, livre de imperícia e erros, com vistas à qualidade e segurança do paciente.

Neste cenário, destaca-se a  importância de trazer estudos com rigor em termos da sua consistência interna, para a orientação das práticas; O artigo “Estudo clínico randomizado comparando métodos de aquecimento ativo para prevenção de hipotermia intraoperatória em gastroenterologia”, é um estudo experimental, envolvendo pacientes de ambos os sexos, na faixa etária igual ou maior que 18 anos, submetidos a cirurgias gastroenterológicas  em um hospital governamental universitário do interior do estado de São Paulo. Esses pacientes foram  avaliados segundo a escala da American Society of Anesthesiologists Physical State. Embora não houvesse diferenças entre os grupos avaliados, o estudo chama atenção para a prevenção da hipotermia intra-operatória e os cuidados de enfermagem para segurança, qualidade e bem-estar dos usuários.  O resultado é inovador porque a literatura nacional é restrita em termos da compreensão das ocorrências das hipotermias, bem como sobre a eficácia dos métodos utilizados para a prevenção e o manejo da mesma. A hipotermia no intraoperatório pode causar diversas complicações e sua prevenção é importante, uma vez que é possível garantir a segurança do paciente prevenindo riscos (POVEDA; CLARK; GALVÃO, 2013; SANTOS et. al., 2019).

Os achados do artigo “Efeito da musicoterapia sobre o estresse de dependentes químicos: estudo quase-experimental” evidenciam que numa sessão de 60 minutos de musicoterapia em grupo,  é possível reduzir o estresse de dependentes químicos, haja vista que num período de abstinência de drogas, o dependente pode apresentar irritabilidade, ansiedade, estresse emocional, distúrbios do sono, disforia, comportamentos agressivos e fissura. Agregar essa tecnologia é possibilitar um cuidado em saúde mais integral, uma vez que torna os sujeitos mais dispostos às ações de promoção da saúde, eleva sua autoestima e seu empoderamento. Esse estudo, quase-experimental, envolveu 18 dependentes químicos em tratamento numa instituição filantrópica. Foram coletadas amostras de saliva dos participantes do estudo com a finalidade de mensurar o nível de cortisol. A inovação do estudo reside no fato que o estresse é considerado o fator que mais colabora para o comportamento compulsivo durante o curso da dependência de drogas e a musicoterapia pode ser uma alternativa para alivio deste estado de compulsão e estresse, todavia ainda faltam evidências desse efeito terapêutico (CÂMARA; CAMPOS; CÂMARA, 1984; GOEDERS, 2004; TAETS et al., 2019).

Por fim, o artigo “Implementação da metodologia de cuidado humanitude: contribuição para a qualidade da assistência à saúde”, estudo de pesquisa-ação, o qual evidencia que a intervenção educativa proposta contribuiu para melhoria da qualidade de atenção aos idosos, que estavam em agitação, confusos, desorientados, agressivos, recusando os cuidados. O estudo contou com a participação de 34 profissionais de saúde que prestavam cuidado ao idoso numa instituição hospitalar em Coimbra, Portugal. Houve, por parte dos profissionais de saúde, alegação de despreparo para lidar com essas situações e que a abordagem educacional foi relevante para  qualificar suas práticas. Essa investigação é inovadora porque a Metodologia de Cuidado Humanitude (MCH) é pouco conhecida na área de enfermagem, sendo seu uso ainda restrito (CÂNDIDA et al., 2017; HENRIQUES et al., 2019).

Além destes artigos, a RLAE publica outros estudos nos mais variados temas, denotando sua preocupação para o avanço da profissão enfermagem e seu impacto no cuidado em saúde.

Referências

CÂMARA, Y. M. R.; CAMPOS. M. dos R. M.; CÂMARA, Y. R. Musicoterapia como recurso terapêutico para a saúde mental. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, v. 5, n. 12, p. 94 -117, 2013. Disponível em:  http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/viewFile/1767/3189

GOEDERS, N. E. Stress, Motivation, and drug addiction. Curr Dir Psychol Sci., v. 13, n. 1, p. 33-35. Avaliable from: http://journals.sagepub.com/doi/10.1111/j.0963-7214.2004.01301009.x

MELO, R. C. de C. P. de. State-of-the-art in the implementation of the Humanitude care methodology in Portugal. Revista de Enfermagem Referência, v. 4, n. 13, p. 53-62, 2017. Avaliable from: https://doi.org/10.12707/RIV17019

POVEDA V. de B.; CLARK, A. M.; GALVÃO, C. M. A systematic review on the effectiveness of prewarming to prevent perioperative hypothermia. J Clin Nurs, v. 22, n. 7/8, p. 906-918, 2013. Avaliable from: http://doi.wiley.com/10.1111/j.1365-2702.2012.04287.x

Para ler os artigos, acesse

HENRIQUES, L. V. L. et al. Implementation of the Humanitude Care Methodology: contribution to the quality of health care. Rev. Latino-Am. Enfermagem, v. 27, e3123, 2019. Avaliable from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692019000100307&lng=pt&nrm=iso

SANTOS, R. M da S. F. et al. Randomized clinical study comparing active heating methods for prevention of intraoperative hypothermia in gastroenterology. Rev Lat Am Enfermagem, v. 27, e3103, 2019. Avaliable from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692019000100301&lng=en&tlng=en

TAETS, G. G. de C. et al. Effect of music therapy on stress in chemically dependent people: a quasi-experimental study. Rev Lat Am Enfermagem, v. 27, e3115, 2019.  Avaliable from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692019000100303&lng=en&tlng=en

Links externos

Revista Latino-Americana de Enfermagem: http://rlae.eerp.usp.br

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

Quais são os benefícios da Prática avançada da Enfermagem para a sociedade? [online]. BlogRev@Enf, 2019 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2019/03/28/quais-sao-os-beneficios-da-pratica-avancada-da-enfermagem-para-a-sociedade/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation