Author: Revista Latino-americana De Enfermagem

Quais os fatores associados à qualidade de vida de crianças e adolescentes transgêneros?

Cada pessoa tem o seu universo particular e nele encontra-se a construção de gênero; entretanto, quando esse mundo difere daqueles culturalmente estabelecidos, poderão acontecer dificuldades para a autoaceitação. É esse o contexto que os transgêneros transitam, enfrentando, por vezes, sentimentos negativos e atitudes agressivas, afetando a sua qualidade de vida. Read More →

Acesso seguro e precoce à triagem neonatal biológica: direito do recém-nascido

No cuidado da saúde infantil, garantir acesso em tempo oportuno tem sido objeto de interesse para pesquisadores e profissionais da saúde. Nesse sentido, como direito do recém-nascido, a articulação entre programas de saúde potencializa e contribui para que a triagem biológica neonatal aconteça precocemente, é o que revela o estudo em questão. Read More →

Como o estresse afeta os estudantes universitários de enfermagem?

O período de formação universitária expõe estudantes de enfermagem a eventos que podem alterar seus níveis de estresse, com repercussões na saúde. Identificar situações estressoras e as variáveis que contribuem para maior nível de estresse, podem auxiliar na construção e aplicação de estratégias para sua prevenção e redução, fortalecendo o conhecimento sobre o fenômeno. Read More →

Consumo de álcool e tabaco entre estudantes de Enfermagem na Espanha

Estudantes universitários apresentam alto índice de consumo de tabaco, que muitas vezes tem início na adolescência e aumenta na universidade. Eles constituem um grupo vulnerável no que se refere à nutrição e ao sedentarismo, o que pode comprometer a saúde desses jovens. O sedentarismo tem relação com o consumo de tabaco, álcool e outras drogas. Read More →

Da vivência às estratégias de enfrentamento: como mulheres experienciam a violência conjugal

Este estudo permitiu elaborar o modelo teórico da violência conjugal, como um fenômeno que se expressa de forma progressiva e cíclica, compromete a saúde e o desenvolvimento humano das mulheres e suas crianças e guarda relação com a vivência de violência doméstica na infância e adolescência. Read More →

Práticas seguras no ambiente cirúrgico: eventos adversos são evitáveis nesse cenário?

A crescente incorporação tecnológica no centro cirúrgico, ao mesmo tempo que permite qualidade ao atendimento, aumenta os riscos assistenciais. Nesta perspectiva, estudo mostra a importância do incentivo às ações para promover a segurança do paciente cirúrgico, no que diz respeito ao aprimoramento da qualidade do atendimento prestado. Read More →

Enfermeiras de ligação: uma estratégia para vencer os desafios do sistema de saúde

Os sistemas de saúde enfrentam inúmeros desafios para coordenar e articular diferentes níveis de atenção de modo a garantir o acesso da população a serviços de saúde para que possam dar continuidade ao cuidado. Estudo oferece ao leitor uma aproximação com as atividades desenvolvidas pelas “enfermeiras de ligação”, as quais visam a garantir a continuidade do cuidado após a alta hospitalar. Read More →

Como planejar a aposentadoria?

“Pensando em se aposentar?” Se você já se fez essa indagação, então precisa conhecer o estudo que apresenta um protótipo de web software que auxilia no planejamento da aposentadoria em tempos de incertezas e mudanças na Previdência Social no Brasil. Read More →

Acompanhamento telefônico realizado por enfermeiros reduz a mortalidade em pacientes com insuficiência cardíaca?

Indivíduos com diagnóstico de insuficiência cardíaca necessitam de atenção nos cuidados medicamentosos e não medicamentosos, após episódios de alta hospitalar. O presente estudo mostra que o acompanhamento realizado, via telefone, por enfermeiro teve importante resultado reduzindo internações repetidas e mortalidade. Read More →

Quais são os sinais de alerta da pressão arterial elevada em crianças brasileiras?

Estudo revela que mudanças recentes nos padrões alimentares das crianças brasileiras, em parte decorrentes da melhoria das condições gerais de vida, tanto em áreas urbanas quanto rurais, pode justificar o aumento da pressão arterial, considerando, também, as características específicas das regiões, as condições econômicas, culturais e de hábitos de vida. Read More →