Ansiedade, estresse e depressão: múltiplos olhares e abordagens

Tânia Couto Machado Chianca, Professora titular do Departamento de Enfermagem Básica (ENB) da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (EEUFMG) e Editora-chefe da Revista Mineira de Enfermagem-REME, Belo Horizonte, MG, Brasil. E-mail: tchianca@enf.ufmg.br

Bruna Figueiredo de Manzo, Professora adjunta do Departamento de Enfermagem Materno Infantil (EMI) da EEUFMG e Editora associada da REME, Belo Horizonte, MG, Brasil. E-mail: brunamanzo@enf.ufmg.br

Janaina Soares, Professora adjunta do Departamento de Enfermagem Aplicada (ENA) da EEUFMG e Editora associada da REME Belo Horizonte, MG, Brasil. E-mail: janainas@ufmg.br

O desenvolvimento da Enfermagem como ciência e profissão tem apresentado, cada vez mais, importantes relações com distintas áreas de conhecimento e intervenção coerentes com as demandas sociais, entre as quais estão a ansiedade, a depressão e o estresse que, em conjunto, constituem relevantes problemas de saúde pública (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2017). Nessa perspectiva, em igual compromisso social, a partir da divulgação científica, a REME – Revista Mineira de Enfermagem, apresenta em seu volume 24, pesquisas que abordam esses fenômenos em diferentes perspectivas metodológicas.

No Brasil, a prevalência de transtornos depressivos e de ansiedade está acima da média mundial (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2017). Somam-se a esses dados a realidade multifacetada com que tais fenômenos são apresentados e percebidos. Assim, a depressão foi analisada no artigo “Percepção das gestantes acerca dos fatores de risco para depressão na gravidez”. Nesse estudo, pesquisadores de um hospital público universitário no interior do estado de São Paulo, Brasil, evidenciaram que gestantes perceberam a existência de múltiplos fatores de risco para a depressão na gravidez, entre eles os de ordem socioeconômicos, psíquicos, obstétricos/maternos e psicossociais (SILVA; CLAPIS, 2020).

Em outra perspectiva, estudo sobre como a “Ansiedade contribui para o aumento do grau de dependência da assistência de enfermagem no pós-operatório imediato de cirurgia bariátrica”, mostrou a prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em pacientes decorrentes desse tipo de cirurgia, além da sua relação com aspectos sociodemográficos e clínicos. Os resultados mostraram que, numa amostra de 49 pacientes, a maioria mulheres e com idades entre 30 e 39, com obesidade grau III e comorbidades (93,9%), foram identificados sintomas de ansiedade (42,9%) e depressão (38,1%). Entre aquelas com ansiedade observou-se uma maior demanda de cuidados de enfermagem de alta dependência/intensivo (52,4%) (PEZZIM et al., 2020).

Numa outra pesquisa intitulada “Efeito da terapia floral no estresse docente: ensaio clínico randomizado”, buscou-se avaliar a efetividade das essências florais de Bach na redução dos níveis de estresse docente empregando entre os instrumentos de medida um formulário validado à luz da teoria de enfermagem de Betty Neuman. Comprovou-se que as essências florais do sistema Bach foram efetivas para o cuidado com o estresse dos docentes (PINTO et al., 2020).

No contexto dos Diagnósticos de Enfermagem, tanto o estresse, como a ansiedade e a depressão podem ser a causa, o fator de risco ou o sinal e sintoma identificados em um indivíduo e podem estar relacionados às situações críticas que exigem tolerância e enfrentamento (HERDMAN; KAMITSURU, 2018).

Em uma pesquisa com delineamento transversal, intitulada: “Ansiedade, depressão e estresse em cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico”, verificou-se que os níveis de ansiedade, depressão e estresse são influenciados tanto por características pessoais, como por hábitos de vida, situação de saúde e características do cuidado prestado pelos cuidadores a pacientes que sofreram acidente vascular encefálico (COSTA et al., 2020).

Percebe-se que o estresse pode afetar a saúde mental da pessoa, a ansiedade pode torná-la mais estressada e a depressão é uma consequência a ser prevenida. Neste momento de pandemia da COVID-19 esforços para melhor conhecer esses fenômenos de interesse da enfermagem são necessários e a REME – Revista Mineira de Enfermagem tem se comprometido com sua divulgação.

Referências

COSTA, T.F. da, et al. Ansiedade, depressão, e estresse em cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico. Reme: Rev. Min. Enferm. [online]. 2020, vol. 24, e1312. ISSN: 2316-9389 [viewed 20 September 2020]. DOI: 10.5935/1415-2762.20200049. Available from: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-27622020000100238&lng=pt&nrm=iso

HERDMAN, T.H.; KAMITSURU, S. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA-I: definições e classificação 2018-2020. Porto Alegre: Artmed, 2018.

PEZZIM, I.M., et al. Ansiedade contribui para o aumento do grau de dependência da assistência de enfermagem no pós-operatório imediato de cirurgia bariátrica. Reme: Rev. Min. Enferm. [online]. 2020, vol. 24, e1321. ISSN: 2316-9389 [viewed 20 September 2020]. DOI: 10.5935/1415-2762.20200058.  Available from: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-27622020000100245&lng=pt&nrm=iso

PINTO, R.H., et al. Efeito da terapia floral no estresse docente: ensaio clínico randomizado. Reme: Rev. Min. Enferm. [online]. 2020, vol. 24, e1318. ISSN: 2316-9389 [viewed 20 September 2020]. DOI: 10.5935/1415-2762.20200055. Available from: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-27622020000100242&lng=pt&nrm=iso

SILVA, M.M. de J. and CLAPIS, M.J. Percepção das gestantes acerca dos fatores de risco para depressão na gravidez. Reme: Rev. Min. Enferm. [online]. 2020, vol. 24, e1328. ISSN: 2316-9389 [viewed 20 September 2020].  DOI: 10.5935/1415-2762.20200065. Available from: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-27622020000100250&lng=pt&nrm=iso

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Depression and Other Common Mental Disorders: Global Health Estimates. Geneva: WHO, 2017.

Link externo

http://www.reme.org.br/Home

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

CHIANCA, T. C. M., MANZO, B. F. de and SOARES, J. Ansiedade, estresse e depressão: múltiplos olhares e abordagens [online]. BlogRev@Enf, 2020 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2020/11/06/ansiedade-estresse-e-depressao-multiplos-olhares-e-abordagens/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation