Enfermeiras e suas ações inovadoras na Atenção Primária à Saúde

Ítalo Rodolfo Silva, Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Editor de Marketing Digital Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Dulce Aparecida Barbosa, Editora-chefe da Revista Brasileira de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Imagem: rawpixel.com.

Entre as dimensões envolvidas no, e para o processo de trabalho da enfermagem, a saber: assistir, que objetiva o cuidado de indivíduos, família e comunidades para promover, manter e recuperar a saúde; pesquisar, que evidencia o saber da enfermagem mediante descobertas científicas para os novos modelos de trabalho; administrar, que envolve a coordenação para o processo de trabalho; ensinar, dimensão voltada para a formação, aperfeiçoamento e capacitação de recursos humanos, além de orientar os indivíduos e coletividades, e, por fim; participação política para a conquista de melhores condições de trabalho (SANNA, 2007), nem sempre estão presentes de forma homogênea no contexto laboral das enfermeiras no que diz respeito às suas relações com as ações inovadoras.

Em estudo realizado por pesquisadoras vinculadas à Universidade Federal do Paraná – Brasil e Universidade de Porto – Portugal, foi evidenciado que as ações inovadoras desenvolvidas por enfermeiras da Atenção Primária à Saúde (APS) estão centradas, em ordem decrescente, nas dimensões administrar, assistir e ensinar, porém, não foram identificadas ações dessa ordem voltadas para as dimensões pesquisar e participar politicamente, apesar de ser a APS um contexto que demanda tais ações.

Esta pesquisa qualitativa, descritiva, desenvolvida na APS de uma cidade do Sul do Brasil, em que participaram 76 enfermeiras, foi publicada na Revista Brasileira de Enfermagem (vol. 75, no. 1), sob título “Ações inovadoras desenvolvidas por enfermeiras na Atenção Primária à Saúde. Para a interpretação dos resultados, as autoras utilizaram a base conceitual das dimensões do processo de trabalho. Das 76 enfermeiras participantes do estudo, 30 trabalhavam na dimensão assistencial e 46 na gerencial. Os dados foram coletados em novembro de 2018, mediante entrevistas semiestruturadas e audiogravadas. Para a análise dos dados, elas utilizaram a classificação hierárquica descendente.

O estudo revela como fortalezas as ações inovadoras das enfermeiras paras as dimensões da administração, da assistência e do ensino. Nesse sentido, tais dimensões se relacionam para o desenvolvimento do processo de trabalho da enfermagem na APS, contexto este que requer competências organizacionais para um trabalho sistematizado. Logo, a Enfermagem, por apresentar em sua formação e práxis o conjunto de habilidades, atitudes e conhecimentos para o gerenciamento das unidades de saúde e gerência do cuidado, concorre por demandar ações inovadoras nessa dimensão.

Essa conjuntura revela, também, e de forma indissociável, a relevância da dimensão assistencial e, com ela, a dimensão de ensinar. Todavia, alerta para a importância de a Enfermagem, com o devido destaque para o contexto da APS, aqui sinalizado, avançar nas ações inovadoras que permitam à profissão uma mudança positiva de sua realidade, a partir do desenvolvimento de pesquisas, consumo e transferência do conhecimento científico para a prática profissional, assim como intensificar a dimensão da participação política, sendo esta última a razão de sobrevivência da Enfermagem e a primeira, a razão de sua transcendência.

Referências

SANNA, M. C. Os processos de trabalho em Enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem [online]. 2007, vol. 60, no. 2, pp. 221-224. ISSN: 1984-0446 [viewed 18 October 2021]. https://doi.org/10.1590/S0034-71672007000200018. Available from: https://www.scielo.br/j/reben/a/tdR5hDyyjjGRqZ8ytgGqHsz/abstract/?lang=pt#

Para ler o artigo, acesse

OLIVEIRA, I. B. de, et al. Innovative actions developed by nurses in primary health care. Revista Brasileira de Enfermagem [online]. 2022, vol. 75, no. 1, e20200782. ISSN: 1984-0446 [viewed 18 October 2021]. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0782. Available from: https://www.scielo.br/j/reben/a/nWWYM4BFXmwMqRcbZVv7QBF/abstract/?lang=pt#

Links externos

www.scielo.br/reben

https://twitter.com/en_reb

https://www.facebook.com/revbrasenferm/

http://reben.com.br/revista/

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SILVA, I.R. and BARBOSA, D.A. Enfermeiras e suas ações inovadoras na Atenção Primária à Saúde [online]. BlogRev@Enf, 2021 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2021/11/12/enfermeiras-e-suas-acoes-inovadoras-na-atencao-primaria-a-saude/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation