Raciocínio clínico de enfermeiros no serviço hospitalar de emergência: autonomia profissional e segurança do paciente

Ítalo Rodolfo Silva, Professor adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Editor de Marketing em mídias digitais da Rev Rene, Macaé, RJ, Brasil. E-mail: italoufrj@gmail.com;

Ana Fátima Carvalho Fernandes, Professora titular da Universidade Federal do Ceará, Editora-chefe da Rev Rene, Fortaleza, CE, Brasil. E-mail: afcana@ufc.br

A inserção dos profissionais enfermeiros no contexto hospitalar de emergência é caracterizada pela inexperiência, o que permite, como potencial consequência, desafios relacionados às dificuldades de adaptação desses profissionais ao setor de trabalho. Contudo, essa realidade, em si, não caracteriza fator limitante ao processo de desenvolvimento de competências para o raciocínio clínico, uma vez que esses profissionais conseguem apoio de outros membros da equipe de enfermagem e de saúde mais experientes, assim como de enfermeiros docentes que exercem atividades no contexto assistencial, foi o que apontou o estudo realizado por pesquisadores da região Sul do Brasil, intitulado “Desenvolvimento do raciocínio clínico de enfermeiros de um serviço hospitalar de emergência”, publicado na Rev Rene (v. 20).

A pesquisa desenvolvida a partir da Teoria Fundamentada nos Dados (TFD), cujos dados foram coletados em 2017, com 21 participantes, entre enfermeiros experientes e inexperientes, técnicos de enfermagem e médicos revelou, ainda, que o aprimoramento do raciocínio clínico, mediante a experiência profissional, ocorre de forma processual fazendo-se respeitar as especificidades do contexto de trabalho, que por sua vez refletem a dinâmica da gerência do cuidado e despertam a necessidade de os enfermeiros buscarem capacitações a partir de estudos sobre os casos atendidos nos serviços de emergência, além de cursos de aprimoramento e/ou especializações profissionais (KINSELLA; FRY; ZECCHIN, 2018). O estudo revelou, também, que os enfermeiros consideram o raciocínio clínico um instrumento para a qualidade da assistência e segurança do paciente. Por conseguinte, influencia o processo de tomada de decisão, previsão e provisão de ações e materiais que repercutem a gerência do cuidado ao paciente, no serviço hospitalar de emergência (LIMA et al., 2018).

Ademais, outras potenciais consequências relacionadas ao desenvolvimento do raciocínio clínico está o fortalecimento da autonomia do enfermeiro nas práticas de cuidado, especialmente para as tomadas de decisões sustentadas na autoridade do argumento a partir de evidências científicas atualizadas, bem como o fortalecimento das relações de confiança entre a equipe de saúde, permitindo, desse modo, que os enfermeiros adquiram o reconhecimento profissional necessários para torna-los referências ao desenvolvimento da assistência diante da equipe de trabalho, no serviço de emergência.

Referências

KINSELLA, D.; FRY, M.; ZECCHIN, A. Motivational factors influencing nurses to undertake postgraduate hospital-based education. Nurse Education in Practice, v. 31, p. 54-60, 2018. Avaliable from: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1471595317301282

LIMA, Rayanne Branco dos Santos et al. Social representations of students in the construction of the professional identity of nurses. Rev. Rene, v. 19, e32468, 2018. Avaliable from: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-38522018000100340&lng=pt&nrm=iso

Para ler o artigo, acesse

MENEGON, Fernando Henrique Antunes et al. Desenvolvimento do raciocínio clínico de enfermeiros de um serviço hospitalar de emergência. Rev. Rene, v. 20, e40249, 2019. Disponível em: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-38522019000100322&lng=pt&nrm=iso

Link externo

Link Rev Rene: http://www.periodicos.ufc.br/rene

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SILVA, I. R. and FERNANDES, A. F. C. Raciocínio clínico de enfermeiros no serviço hospitalar de emergência: autonomia profissional e segurança do paciente [online]. BlogRev@Enf, 2019 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2019/08/08/raciocinio-clinico-de-enfermeiros-no-servico-hospitalar-de-emergencia-autonomia-profissional-e-seguranca-do-paciente/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation