Tecnologia educacional para práticas educativas em saúde do homem

Darlisom Sousa Ferreira, Professor adjunto, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem em Saúde Pública, Laboratório de Tecnologias para o Trabalho e Educação na Saúde, Universidade do Estado do Amazonas, MA, Brasil. E-mail: darlisom@uea.edu.br

Elizabeth Teixeira, Professora visitante, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem em Saúde Pública, Laboratório de Tecnologias para o Trabalho e Educação na Saúde, Universidade do Estado do Amazonas, MA, Brasil. E-mail: etfelipe@hotmail.com

Wagner Ferreira Monteiro, Professor assistente, Laboratório de Tecnologias para o Trabalho e Educação na Saúde, Universidade do Estado do Amazonas, MA, Brasil. E-mail: wfmonteiro@uea.edu.br

Imagem: FERREIRA et al., 2020.

Estudos em relação à saúde da população masculina têm apontado dificuldades, obstáculos e resistências dessa população, considerando as especificidades do ser homem no enfrentamento do processo saúde-doença. Desta forma, não só estudos, mas também produtos que favoreçam a promoção e prevenção da saúde, a sensibilização da população masculina, referente a comportamentos de risco e educação em saúde nas escolas, é de extrema utilidade para a mudança no panorama atual (OLIVEIRA et al., 2017).

Visando fortalecer pesquisas e atividades educativas voltadas a população masculina, o estudo intitulado: “Validação de conteúdo de uma tecnologia educacional sobre saúde do homem”, publicado na Revista Baiana de Enfermagem (vol. 34), idealizado e realizado por professores e estudantes da Universidade do Estado do Amazonas, objetivou validar uma Tecnologia Educacional (TE), como ferramenta para favorecer o autocuidado entre a população masculina. A pesquisa teve a participação de juízes-especialistas, que consideraram a TE válida e relevante para a mediação de práticas educativas da equipe multidisciplinar, principalmente para a(o) enfermeira(o), e consideraram que ela poderá contribuir positivamente para a qualidade de vida da população masculina.

Para o desenvolvimento da TE, foi realizada uma revisão da literatura organizada em tópicos de interesse para o público-alvo, tais como: tabagismo, alcoolismo, principais doenças e agravos, bem como os fatores de proteção à saúde do homem. Levando em consideração as questões abordadas, produziu-se uma tecnologia educacional na modalidade impressa, intitulada “Saúde do Homem: dicas para uma vida saudável”, com vistas a subsidiar práticas educativas em saúde com a população masculina. A validação de conteúdo foi realizada por juízes-especialistas que atenderam aos critérios de expertise, os quais responderam a um questionário estruturado em três blocos: objetivo, estrutura e apresentação, relevância.

Considerando que a participação masculina nas unidades de saúde ainda é reduzida se comparada com a das mulheres (PIMENTEL et al., 2020) e, a maior frequência de mortes entre os homens ocorre por causas evitáveis (OLIVEIRA et al., 2017), a TE validada representa um dispositivo capaz de favorecer a prevenção de comportamentos de risco e a promoção da saúde do homem. Assim, cumpre-se o que é proposto pela Política Nacional de Atenção Integrada à Saúde do Homem (PNAISH) no que se refere à qualificação da assistência à saúde masculina na perspectiva de integralidade do cuidado, não se restringindo somente à recuperação, contemplando também a promoção da saúde e a prevenção de agravos evitáveis (SILVA et al., 2020). Nessa perspectiva, a publicação apresenta-se relevante à medida que demonstra a importância dos instrumentos educacionais capazes de melhorar a adesão da população masculina aos serviços e educação em saúde realizada por enfermeiras (os) em seu processo de cuidado.

Referências

OLIVEIRA, J.C.A.X., et al. Perfil epidemiológico da mortalidade masculina: contribuições para enfermagem. Cogitare Enferm. [online], 2017, vol. 22, no. 2, e49724. e-ISSN: 2176-9133 [viewed 17 August 2020]. DOI: 10.5380/ce.v22i2.49742. Available from: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/49742

PIMENTEL, W.C., et al. Evaluation of the men’s health policy in the primary care in a city in the agreste of Pernambuco. Brazilian Journal of Health Review [online]. 2020, vol. 3, no. 3, pp. 3935-3947. ISSN: 2595-6825 [viewed 17 August 2020]. DOI: 10.34119/bjhrv3n3-003. Available from: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/9471

SILVA, A.S. e, et al. Health of man: difficulties found by male population to access family health services (USF). Brazilian Journal of Health Review, [online]. 2020, vol. 3, no. 2, pp. 1966-1989. ISSN: 2595-6825 [viewed 17 August 2020]. DOI: 10.34119/bjhrv3n2-055. Available from:  https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/7752

Para ler o artigo, acesse

FERREIRA, D.S., et al. Validação de conteúdo de uma tecnologia educacional sobre saúde do homem. Rev baiana enferm. [online], 2020, vol. 34, e36344. e-ISSN: 2178-8650 [viewed 17 August 2020]. DOI: 10.18471/rbe.v34.36344. Available from: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/36344

Links externos

Revista Baiana de Enfermagem: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

FERREIRA, D. S.; TEIXEIRA, E. and MONTEIRO, W. F. Tecnologia educacional para práticas educativas em saúde do homem [online]. BlogRev@Enf, 2020 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2020/09/04/tecnologia-educacional-para-praticas-educativas-em-saude-do-homem/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation