Cirurgias abdominais com uso de quimioterapia aquecida: medidas de segurança para profissionais

Gabriela Bolsoni Riboli, Egressa do Mestrado de Enfermagem pela Universidade Federal de Ciências de Saúde de Porto Alegre. Porto Alegre, RS, Brasil.

Logo Acta Paulista de Enfermagem

Escassos são os estudos relacionados à segurança dos profissionais que trabalham nas salas de operação onde se realizam cirurgias com uso de quimioterapia aquecida no abdome. Identificando-se essa carência, enfermeiros desenvolveram uma pesquisa buscando as principais medidas de segurança para uso de todos os profissionais envolvidos, direta ou indiretamente, nesse tipo de cirurgia.

O estudo com título Medidas de segurança ocupacional no transoperatório de quimioterapia hipertérmica intraperitoneal: scoping review, publicado na revista Acta Paulista de Enfermagem, apresenta um mapeamento dos conceitos-chaves sobre o tema, incluindo estudos originais e não originais, disponíveis em bases de dados e literatura cinzenta.

Foram selecionados dez estudos que descrevem medidas relacionadas à segurança ocupacional indicadas nesse tipo de cirurgia, como: educação e capacitação da equipe envolvida no procedimento, uso de equipamentos de proteção individual e coletiva, infraestrutura necessária e orientações gerais.

Imagem: Pexels

Todos os estudos destacam a importância da capacitação da equipe envolvida no procedimento, não somente daqueles que assistem o paciente durante a cirurgia, mas também dos profissionais que higienizam a sala cirúrgica após o procedimento. O uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) pelos profissionais envolvidos no procedimento é considerado de extrema importância, principalmente pela utilização de medicamentos tóxicos e incomuns no centro cirúrgico.

O estudo fornece evidências para apoiar a tomada de decisão, especialmente ao enfermeiro responsável pela gestão da equipe e das salas cirúrgicas, trazendo recomendações para a prática diária dos centros cirúrgicos que realizam esse tipo de procedimento, permitindo aprimorar a segurança dos profissionais.

Para ler o artigo, acesse

RIBOLI, G.B. Medidas de segurança ocupacional no transoperatório de quimioterapia hipertérmica intraperitoneal: scoping review. Acta Paulista de Enfermagem [online]. 2022, vol. 35, eAPE003542 [viewed 24 March 2022]. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2022AR03543. Available from: https://www.scielo.br/j/ape/a/q63LnQ7FzjvGvWYZ8gTZB3h/

Link(s)

Acta Paulista de Enfermagem – APE: https://www.scielo.br/j/ape/

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

RIBOLI, G.B. Cirurgias abdominais com uso de quimioterapia aquecida: medidas de segurança para profissionais [online]. BlogRev@Enf, 2022 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2022/03/25/cirurgias-abdominais-com-uso-de-quimioterapia-aquecida-medidas-de-seguranca-para-profissionais/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation