Você sabia que a fragilidade física pode ocasionar incontinência urinária em idosos?

Maria Helena Lenardt, Professora sênior do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

O artigo “Fragilidade física e incontinência urinária de idosos em assistência ambulatorial”, publicado no periódico Cogitare Enfermagem (vol. 25), revelou associação entre a incontinência urinária em idosos e a fragilidade física. Dos 384 idosos investigados em um ambulatório de geriatria e gerontologia, da região metropolitana de Curitiba, 69,3% apresentaram algum marcador de fragilidade. O estudo apontou que a condição de fragilidade estava relacionada aos 106 idosos que apresentaram o quadro de incontinência urinária.

A fragilidade se caracteriza pela presença de alguns marcadores biológicos, como: redução da velocidade de marcha, diminuição da força de preensão manual, perda de peso não intencional, diminuição do nível de atividade física, fadiga e exaustão (FRIED et al., 2001). A pesquisa observou que a incontinência urinária dos idosos está relacionada aos marcadores força de preensão manual diminuída, fadiga e exaustão e velocidade da marcha reduzida.

Os pacientes foram avaliados utilizando o fenótipo da fragilidade física (FRIED et al., 2001), composto pelos cinco marcadores biológicos que determinam a condição de fragilidade do idoso. Todo idoso que apresenta declínio em três ou mais marcadores é considerado frágil; os que apresentam déficit em um ou dois marcadores são pré-frágeis; e os idosos que não apresentam alterações em nenhum dos componentes são avaliados não-frágeis. Os pesquisadores deste estudo, vinculados ao Grupo Multiprofissional de Pesquisa sobre idosos, avaliaram a incontinência pelo International Consultation on Incontinence Questionnaire — Short Form (TAMANINI et al., 2004). Esse questionário avalia em quatro perguntas o impacto da incontinência urinária na qualidade de vida e qualifica a perda urinária de pacientes de ambos os sexos.

O estudo responde a uma lacuna na literatura relacionada às práticas de enfermagem referente à temática fragilidade física e incontinência urinária, no contexto da atenção secundária à saúde de idosos. A análise da relação entre essas variáveis fornece subsídios para a prevenção do declínio funcional, visto que os resultados desse declínio são adversos, como quedas, comorbidades, sedentarismo, dor e consequentes sofrimentos de ordem física e social para o idoso.

Apesar dos resultados, a boa notícia é que a incontinência urinária e a fragilidade física são passíveis de tratamento, cuidados e prevenção. A identificação precoce das síndromes geriátricas e de suas relações, pelo profissional de enfermagem, fortalece as medidas preventivas e contribui para a redução do processo de fragilização em idosos. Essas medidas reduzem o impacto do envelhecimento malsucedido sobre os serviços de saúde e sobre a sociedade em geral.

Os tratamentos e cuidados dessas decorrências representam um significativo desafio para o sistema de saúde, em especial para os cuidados de enfermagem. Os resultados do estudo podem, portanto, contribuir para o desenvolvimento crítico da enfermagem no momento de avaliar as necessidades de cuidado gerontológico.

Referências

FRIED, L., et al. Frailty in older adults: evidence for a phenotype. J. Gerontol. A Biol. Sci. Med. Sci. [online]. 2001, vol. 56, no. 3, pp.  M146-M157. e-ISSN: 1758-535X [viewed 21 April 2020]. DOI: 10.1093/gerona/56.3.m146. Avaliable from: https://academic.oup.com/biomedgerontology/article/56/3/M146/545770

TAMANINI, J.T.N., et al. Validação para o português do “International Consultation on Incontinence Questionnaire – Short Form” (ICIQ-SF). Rev. Saúde Pública [online]. 2004, vol. 38, no. 3, pp. 438-444. ISSN: 0034-8910 [viewed 21 April 2020]. DOI: 10.1590/S0034-89102004000300015. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102004000300015&lng=en&nrm=iso

Para ler o artigo, acesse

LENARDT, M.H., et al. Fragilidade física e incontinência urinária de idosos em assistência ambulatorial. Cogitare enferm. [online]. 2020, vol. 25, e67077.  ISSN: 2176-9133 [viewed 21 April 2020].  DOI: 10.5380/ce.v25i0.67077. Avaliable fom: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-85362020000100308&lng=pt&nrm=iso

Link externo

http://www.saude.ufpr.br/portal/revistacogitare/

https://www.facebook.com/revistacogitareenfermagem/?ref=bookmarks

https://revistas.ufpr.br/cogitare

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

LENARDT, M. H. Você sabia que a fragilidade física pode ocasionar incontinência urinária em idosos? [online]. BlogRev@Enf, 2020 [viewed ]. Available from: https://blog.revenf.org/2020/05/22/voce-sabia-que-a-fragilidade-fisica-pode-ocasionar-incontinencia-urinaria-em-idosos/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Navigation